Porque buscamos com tanta paixão as imagens de corpos arrastados pelas ruas. Porque perseguimos as imagens de sangue. Porque os filmes que lotam bilheteiras pingam sangue e soltam fogo das explosões. Porque queremos o horror. Porque queremos o sangue. Porque queremos o fogo. Por que queremos a sujeira. Porque queremos o suor. Porque queremos as lágrimas. Porque queremos o gozo. Porque queremos a porra. Porque queremos a saliva. Porque queremos os fluídos. Porque queremos

Por que queremos o apocalipse?

Leda e o Cisne é a história da mitologia grega onde Zeus se transfigura em cisne e coloca dois ovos em Leda, rainha da Esparta, durante o coito. Essa história foi amplamente representada ao longo da história da arte, sempre resultando em imagens romantizadas dessa relação que, em minha leitura, não se trata de uma união consensual.

Leda é uma performance onde, ao longo de 1h30min, eu encho de ar e simulo uma transa com um cisne inflável de 167cm enquanto um monitor roda uma compilação de imagens de animais mortos ao som do ballet Lago dos Cisnes.

Leda (matou o Cisne), 2019

80x57 cm

Leda

1. Os Cisnes de Leda, 2019

2. Cisnes, 2020

3. O Cisne (a faca), 2020

4. Ave, 2020

5. Leda, 2019

©2020 luisa callegari